Santo Agostinho (354-430)

0 comments
Santo Agostinho (354-430)
Filósofo, orador, professor, presbítero, bispo, teólogo e escritor. É vasto o currículo deste homem de espírito critico e inquieto que, tendo vivido dissolutamente durante muito tempo, converteu-se ao cristianismo aos 32 anos de idade, pela incessante oração de sua mãe Santa Mônica e o impressionante exemplo de Santo Ambrósio, bispo de Milão.
Nada do que experimentara antes foi capaz de preencher profundamente o seu coração, que andava em busca da verdade. Somente o encontro com Cristo Senhor e Salvador é que trouxe verdadeiro sentido À sua existência, de tal maneira que se dedicou profundamente à causa do Reino e do seu povo.
A Força do seu testemunho resplandece ainda hoje, pois nos ensina que é em nosso interior o lugar onde devemos procurar a verdade sobre Deus e sobre nós mesmos. Pai espiritual do carisma e da vocação Verbo Eterno, um apaixonado por Jesus Cristo e por sua Igreja.
Com ele, queremos glorificar a Trindade Santa, poro suas maravilhas, e pedir por todos aqueles que, em nosso temo, buscam reencontrar-se no caminho da vida:
“Fazei, ó Senhor, que voltemos já para Vós para nós não submergirmos, porque o nosso bem, que sois Vós mesmo, vive, sem deficiência alguma, em Vós. Apesar de nos termos precipitado do nosso bem, não temos receio de o não encontrar quando voltarmos; porque, na nossa ausência, não desaba a nossa morada – a vossa eternidade.”
(Do livro das  Confissões)
Diácono Paulo Bastos, CCVE

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.