Deus é Amor

0 comments
Deus é Amor
Em todas as circunstâncias da vida, e de modo especial nos momentos mais dolorosos, Deus vem ao nosso encontro trazendo-nos a Sua Graça, o Seu Amor, o Seu Perdão. Toda e qualquer situação da nossa vida pode nos levar à conversão: a uma maior abertura a Deus, e a que procuremos Nele a salvação. Se, à luz da fé, tudo é graça, todas as circunstâncias e situações da nossa vida são manifestações do Amor de Deus.
Um traço característico do caminho para a santidade é a passagem pelas provas de fé. São experiências que, às vezes, apresentam grande dificuldade pelo fato de, no momento em que a vive, a pessoa nem sempre está em condições de entender a sua razão de ser. Deus está permanentemente intervindo na sua vida, porém, não soluciona até ao fim as suas dificuldades.
A intervenção divina não o dispensa de corresponder ao chamado para aceitar as experiências que você vive ao nível da fé, a exemplo de Maria, que nos precedeu na “peregrinação da fé”. Para Maria, que vive perfeitamente abandonada a Deus, o valor supremo é a vontade de Deus, mesmo quando esta não se apresenta compreensível. E, desse modo, ao viver suspensa na vontade de Deus, vive a vida do próprio Deus.
Quando o “homem velho” que existe em você está em processo de crucifixão, Deus está junto, é onde se manifesta o inconcebível Amor de Deus por você. Descobrindo este Amor, você desejará corresponder-Lhe ardentemente, e assim poderá chegar à plena união com Ele. Esta é a maior graça que você pode receber aqui na Terra.
Manuel Lopes de Freitas Filho, CCVE – Fundador

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.